Pediatria>Falta de apetite em criancas

Digite sua dúvida:

 

Falta de apetite em criancas

Dr. Marcello Bossois de Melo Ferreira MD - BRASIL

Consultor

 

Asunto: OUTROS

Nome: Débora
Cidade: belém - pará - brasil
Pergunta: olá boa noite,


tenho uma filha de 3 anos, e estou preocupada com ela,pois ela esta muito sem apetite, penso que pode ser verme, pois ela nunca tomou remedio nenhum pra verme, queria saber se posso dar a ela um remedio pra verme tipo licor de cacau, mesmo que seja por prevençaõ, ou so se deve dar esse remedio se confirmada a exeistencia de vermes.


obrigada pela atenção.

Débora
 

Prezada Débora,

Vamos para alguns diagnóticos diferenciais para falta de apetite em crianças:

1 - Causas Fisiológicas - Em certos períodos da vida da criança, pode haver uma diminuição temporária do apetite. As crianças passam por períodos de estirão, aonde ganham mais estatura e ficam mais magras e períodos de repleção, aonde não crescem muito e ficam mais cheias. No momento em em que há a erupção dentária, por volta do 6 mês de vida, existe um desconforto e dor e isso também pode dificultar a alimentação. Por volta dos 10 meses, quando o primeiro desenvolvimento dentário se fez, a criança volta a comer melhor. Da mesma forma, ela inicia o seu processo de andar e começa a descobrir objetos novos e inicia o hábito de colocar tudo na boca e isso faz com que ela se sinta estimulada a comer melhor aquilo que lhe é oferecida. Além disso, deve-se levar em consideração que existem crianças que sentem mais fome em determinados períodos do dia, podendo pular uma refeição. Isso não indica que esteja comendo mal. Existem fases do desenvolvimento da criança que ela pode, também, escolher certos tipos de alimentos e somente querer eles. Esses alimentos costumam ser aqueles que estimulam os sentidos, como paladar, olfato e visão e que possuam propriedades que possam viciar a criança, como chocolates e refrigerantes, ricos em cafeína, laticínios, condimentos industrializados. Por isso, os pais devem atentar-se a esses detalhes. Saiba que é durante a infância que a pessoa cria gostos para determinados alimentos. Se ela for criada comendo com frequência, frutas legumes e alimentos saudáveis em geral, certamente, na idade adulta, não desevolverá tanto gosto por outros alimentos e terá uma probabilidade de não se tornar obesa;

2 - Comportamental - A falsa impressão da mãe em achar que a criança não está se alimentando bem e não está crescendo, pode levá-la a obrigar que a criança coma mais e isso faz com que haja uma guerra durante a alimentação. Dessa forma, a criança interpreta como algo ruim e se recusa a comer qualquer quantidade quando aquela pessoa oferece. Isso explica porque algumas crianças se alimentam bem por outros familiares como avós, pelo pai e na escola. A melhor forma de avaliar se o seu filho está se desenvolvendo bem é pedir para o Pediatra que o avalie no gráfico de crescimento e altura. Se por acaso ele esteja seguindo a faixa de peso e altura adequada para sua idade e biotipo, não há nada de errado com a criança. A alimentação oferecida está sendo suficiente;

3- Doenças - Existem doenças que certamente podem levar a falta de apetite. Como o exemplo citado acima, a verminose pode provocar sensação de plenitude gástrica, náuseas, vômitos, diarréia, coceira anal e com isso, a criança não se sente estimulada a se alimentar. Além desse problema, existem outras doenças que podem levar a falta de apetite. Nesse caso, a consulta mensal com o Pediatra é fundamental

Débora, não faça uso de nenhum medicamento sem informar ao seu médico, mesmo que pareça seguro para a criança.

Um abraço,

Dr Marcello Bossois

CRM 5273214-1


 


 
 
Home | Produtos | A empresa | Dúvidas | Mapa do site | Contato
© 2008, C.A.L.M. INTERNATIONAL - Todos os direitos reservados
Conheça nossos outros sites!!!
Remédios | Suplementos e Vitaminas | Vitamed | Para alérgicos

Alergia | Cancer | Cardiologia | Clinica Medica | Dermatologia | Doenca Infecto Contagiosas | Endocrinologia | Gastroenterologia | Ginecologia e Obstetricia |
Neurologia | Nutrologia e Medicina Ortomolecular | Oftalmologia | Oncologia | Ortopedia | otorrinolaringologia | Pediatria | Perguntas Frequentes | Pneumologia |
Reumatologia | Seguranca na Internet | Sociobiologia | Urologia |