Home

Remédios Suplementos e Vitaminas Vitamed  Vacinas  Para Alérgicos


Faça sua busca aqui !
ABCdoPRECO





ABCdoPRECO

Saúde News
- Alimentação - Gastronomia - Medicina - Saúde - Suplementos -
Busca: Buscar por titulo do tópico

03/12/2012
Depressão é fator de risco para uma maior mortalidade entre os pacientes com artrite reumatoide

A depressão é muito frequente nos pacientes com artrite reumatoide, mas até agora não havia sido encarada como um fator capaz de aumentar a mortalidade nessa população.

Estudos anteriores sobre doenças cardiovasculares e entre populações idosas já apontavam que a doença é um fator de risco para a mortalidade nestes grupos, mas o risco de mortalidade por depressão entre os pacientes com artrite reumatoide tem recebido pouca atenção.

O alerta foi feito por pesquisadores holandeses e americanos, que uniram-se para estudar o tema.

Eles apresentaram os resultados de sua pesquisa .

Depression Predicts Mortality in RA .

durante a reunião anual do Colégio Americano de Reumatologia, evento que reuniu em Washington (EUA) especialistas em reumatismo de todo o mundo.

Para chegar a esta conclusão, os estudiosos usaram dados coletados por pesquisas telefônicas realizadas com 530 pacientes com artrite reumatoide que vivem no norte da Califórnia para avaliar os sintomas de depressão e os potenciais impactos da depressão na população estudada.

Para serem qualificados como deprimidos, os participantes deveriam ter obtido mais que cinco pontos na Escala de Depressão Geriátrica, uma ferramenta de medição padronizada.

Para ser elegível para participar da pesquisa, os pacientes tiveram que passar por uma entrevista pessoalmente, entre 2002 e 2003, ou pelo menos por uma entrevista de acompanhamento.

Eles foram acompanhados até 2009.

A idade média dos participantes era de 60 anos, com uma duração média de 19 anos da doença.

84% dos participantes eram do sexo feminino.

Durante o estudo, 63 participantes morreram.

Escores maiores de depressão foram associados com a mortalidade no estudo.

Segundo Patricia Katz, uma das autoras do estudo e professora de Medicina e Políticas de Saúde da Universidade da Califórnia, em San Francisco, "as pessoas com artrite reumatoide que estavam deprimidas apresentaram maior probabilidade de morrer do que aquelas que também tinham a doença, mas não estavam deprimidas.

Este fato foi particularmente verdade para os homens.

O risco de morte para os homens deprimidos foi duas vezes maior do que o das mulheres deprimidas", disse a pesquisadora.

Homens e mulheres com aumento de sintomas depressivos, com uma pontuação alta ou não na Escala de Depressão Geriátrica para serem considerados deprimidos, ainda assim apresentavam um maior risco de mortalidade.

Um aumento no índice dos sintomas depressivos, mesmo que eles não ultrapassassem a linha crítica de depressão evidente, ainda assim estava associado com um maior nível de mortalidade entre os pacientes com artrite reumatoide.

.

As conclusões do estudo sugerem que os sintomas depressivos são um importante fator de risco para a mortalidade na artrite reumatoide, embora não seja necessariamente uma parte do processo da doença.

, explica o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Iredo, Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares, (CRM-SP 60.

377), que também participou do evento em Washington.

Segundo o médico, .

os pacientes precisam estar cientes de que a depressão é algo relevante para o quadro de artrite reumatoide.

Eles precisam falar sobre o assunto com seus médicos.

Os reumatologistas precisam estar cientes da importância da depressão na sua prática clínica", diz Lanzotti.

CONTATO: Site: Iredo E-mail: contato@iredo.

com.

br Blog: Vivendo sem Dor Twitter: @sergiolanzotti Vídeos: Canal da Reumatologia Facebook: http://www.

facebook.

com/sergiolanzotti ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO: Márcia Wirth MW- Consultoria de Comunicação & Marketing em Saúde Tel: 11 93943597/37913597 saude@marciawirth.

com.

br www.

marciawirth.

com.

br

Mais Detalhes [+]